Fale conosco pelo WhatsApp

Laser para flacidez

Com o passar dos anos, é natural que o organismo registre uma queda na produção de colágeno — que promove firmeza, sustentação e elasticidade à pele — e de ácido hialurônico (que mantém a pele hidratada e preenchida). Embora existam alguns métodos de prevenir os sinais consequentes do envelhecimento, muitas vezes é preciso recorrer a tratamentos como o laser para flacidez.

Tratamento do rosto com laser para flacidez
Imagem: Shutterstock

A flacidez corporal e facial pode afetar tanto homens como mulheres, geralmente a partir dos 30 anos de idade, que também começam a apresentar alterações na textura e pigmentação da pele. Embora todas essas alterações sejam esperadas e façam parte do processo natural de envelhecimento, o laser para flacidez é um método que pode suavizar esses sinais típicos do envelhecimento.

O tratamento é feito no consultório, por um dermatologista especializado na utilização de métodos a laser. Para garantir o conforto do paciente e evitar lesões oculares, geralmente é aplicado um creme anestésico na região a ser tratada, que é previamente demarcada pelo especialista. O laser para flacidez é, então, aplicado com diversos disparos seguidos — mas não sobrepostos.

Em geral, são necessárias de 3 a 6 sessões com laser para o tratamento estar completo e alcançar os resultados esperados. O intervalo é de 30 a 60 dias entre as aplicações, sendo que entre uma sessão e outra de laser para flacidez, normalmente é indicada a utilização diária de cremes com ação hidratante e regeneradora, bem como protetor solar.

Enquanto durar o tratamento, também é recomendado que o paciente evite a exposição solar e use chapéus para proteger a pele. Vale lembrar que, embora seja necessário um cuidado extra ao longo do tratamento dermatológico para flacidez, estas são ações que ajudam a prevenir o envelhecimento da pele ao longo dos anos e após o término das sessões de laser para flacidez.

De maneira geral, o laser para flacidez é um tratamento indicado para pacientes que desejam rejuvenescer a pele por meio da suavização de rugas, sinais de expressão e manchas. Os resultados começam a ser notados já após a segunda sessão, sendo que os principais deles são:

  • Redução das rugas e linhas de expressão;
  • Melhora da textura da pele;
  • Redução da flacidez cutânea;
  • Redução da flacidez muscular;
  • Suavização das cicatrizes de acne.

Em geral, a utilização de laser para combater o envelhecimento da pele não é tão recomendada para pacientes que têm cicatrizes muito profundas ou queloides, assim como para indivíduos com doenças de pele como vitiligo, lúpus e herpes ativa. Quem faz uso de medicamentos anticoagulantes ou tem a pele negra precisa conversar previamente com o dermatologista para alinhar as possibilidades e expectativas em relação ao tratamento.

Em geral, os tratamentos que utilizam laser possuem um alto valor agregado: além da especialização do médico responsável pelo procedimento, há a tecnologia do equipamento em si e os custos relacionados ao laser. Apesar disso, não é possível apontar o valor do laser para flacidez sem que o paciente passe por uma avaliação prévia.

Durante consulta, o dermatologista ouvirá as queixas do paciente em relação aos sinais de envelhecimento da pele, podendo analisar criteriosamente as características do indivíduo e as possibilidades efetivas de tratamento. O valor total da aplicação do laser dependerá da área a ser tratada, além das sessões necessárias para alcançar o resultado esperado.

Dependendo do nível de envelhecimento e das particularidades do paciente, o dermatologista poderá até mesmo indicar a realização de outro procedimento para garantir a eliminação da flacidez.

Muitas vezes, o profissional pode recomendar o uso combinado de cremes específicos ou até mesmo a realização de outros procedimentos. Entretanto, cada caso é avaliado individualmente — sendo assim, as recomendações variam —, para que o paciente mantenha as características que lhe tornam um ser único, mas melhore sinais que a incomodam.

Embora o laser para flacidez seja um tratamento bastante eficaz para quem deseja combater os sinais de envelhecimento, este é um processo natural e esperado do organismo. Isso significa que, mesmo após um tratamento dermatológico efetivo para combater rugas e flacidez cutânea, as consequências do tempo continuarão afetando a pele.

Apesar disso, é possível prevenir a flacidez da pele com alguns cuidados que valem não apenas para o período após o tratamento, mas para a vida inteira de todas as pessoas. São eles:

  • Tenha uma alimentação balanceada, o que inclui o consumo de frutas, verduras, porções pequenas de carboidratos e proteínas de boa qualidade;
  • Consumo de alimentos ricos em colágeno ou uma fórmula com um bom colágeno;
  • Beba água e mantenha a pele sempre hidratada;
  • Sempre utilize filtro solar e evite a exposição excessiva aos raios do sol;
  • Pratique atividades físicas regularmente, de modo a manter os músculos firmes também;
  • Na medida do possível, evite tomar banhos muito quentes;
  • Evite o efeito sanfona e, em caso de gravidez, capriche na hidratação do corpo e da pele.

Para saber mais sobre o laser para flacidez, entender como esta tecnologia funciona e descobrir se este tratamento é indicado para você, entre em contato com a clínica RRufato e agende uma consulta.