Fale conosco pelo WhatsApp

Saiba o que causa queda de cabelo

11 jan, 2021

Causas genéticas e hormonais são os principais fatores para o desenvolvimento de alopecias, responsáveis pela queda de cabelo.

Ainda que a queda de cabelo seja algo comum, quando em demasia pode ser considerada um sintoma de que a vitalidade dos cabelos e do organismo está comprometida. Dentre os fatores que comumente causam a condição, destacam-se a hereditariedade e a disfunção hormonal, podendo ocasionar a perda total ou então parcial dos fios, tanto em homens quanto em mulheres.

Embora possam surgir diversas hipóteses para o que causa queda de cabelo, os fatores citados estão normalmente relacionados a alopecias, consideradas o principal fator para desenvolver a condição.

O que causa queda de cabelo?

Existem vários tipos de alopecia, sendo os dois mais comuns a alopecia androgenética e a areata.

A alopecia androgenética, também conhecida como calvície, tem causa geneticamente determinada. A condição é normalmente relacionada a homens, e de fato tem predominância na população masculina, mas mulheres também podem ser acometidas pela condição.

A doença começa a se desenvolver na adolescência, fazendo com que os fios de cabelo se tornem progressivamente mais finos em decorrência dos estímulos hormonais. Entretanto, a condição apenas fica mais visível em torno dos 40 a 50 anos.

Em decorrência do quadro, os cabelos consequentemente ficam mais ralos, deixando o couro cabeludo mais aparente. Nos homens, as áreas mais abertas são a coroa e a região frontal. Já nas mulheres, a região central é mais acometida.

A alopecia areata é uma doença inflamatória que provoca a queda de cabelos, podendo ser influenciada por questões genéticas e  em decorrência de participação autoimune, afetando de 1% a 2% da população independentemente de sua idade, acometendo tanto homens quanto mulheres.

A condição é caracterizada pela perda de cabelos em áreas arredondadas ou ovais do couro cabeludo — e até mesmo em outras partes do corpo —, causando, consequentemente, falhas circulares na região afetada. A extensão da perda pode variar para cada indivíduo. Entretanto, em apenas 5% dos casos há a perda total de pelos e cabelo. Com o tratamento adequado, o cabelo pode voltar a crescer normalmente.

A queda de cabelos ainda pode ter como causas:

  • Traumas na região capilar;
  • Hábitos compulsivos de arrancar os próprios fios;
  • Excesso de oleosidade;
  • Aplicação exagerada de produtos químicos;
  • Estresse;
  • Erros alimentares
  • Alterações na absorção dos nutrientes
  • Doenças nas glândulas (como tireoide e adrenal).

Diante de tantas causas que podem desencadear o quadro, é imprescindível procurar o auxílio de um dermatologista para solucionar o que causa queda de cabelo ao notar a queda anormal ou então excessiva dos fios.

Como tratar queda de cabelo excessiva?

Atualmente, existem inúmeros protocolos e tratamentos que podem ser usados para a prevenção ou na tentativa de recuperar os fios que já foram perdidos.

É importante compreender que o que causa queda de cabelo pode estar diretamente relacionada a falta de equilíbrio de vitaminas, minerais e hormônios, impedindo que o seu corpo esteja trabalhando no seu máximo ideal do metabolismo, em que a rarefação dos fios se torna um sintoma e uma consequência dessa condição.

Através da Medicina Funcional é possível ir além dos sintomas isolados apresentados e, investigando a raiz do que causa a queda de cabelo e compreendendo as suas causas de acordo com as particularidades de cada paciente, considerando fatores genéticos, bioquímicos e, ainda, o estilo de vida, por exemplo, em prol da promoção da saúde de maneira integral. Dessa forma, trata-se o paciente, e não apenas a doença.

Além disso, a Medicina Funcional, quando feita de maneira precoce, pode auxiliar na prevenção não só da queda de cabelo, mas também de outras condições. Permitindo que cada vez mais pessoas possam conquistar um maior bem-estar e mais qualidade de vida, desfrutando uma vida mais saudável e feliz.

Para conhecer mais sobre o que causa queda de cabelo e as possíveis formas de tratamento e prevenção, agende uma consulta com a clínica RRufato.

Fontes:

Dermatologista Dra. Renata Rufato

Ministério da Saúde;

Sociedade Brasileira de Dermatologia;

Clínica de Dermatologia RRufato