Fale conosco pelo WhatsApp Fale conosco pelo WhatsApp

Qual a importância dos tratamentos para menopausa?

Médica segurando folhas de anotação e paciente sentada no sofrá
08 jun, 2021

Causada pela redução na produção hormonal feminina, a menopausa está acompanhada de diversos sintomas que podem ser bastante incômodos e demandam tratamento específico

Caracterizada pela suspensão definitiva da menstruação, a menopausa é um evento fisiológico feminino que ocorre por consequência de uma redução natural na produção de progesterona e estrogênio. A ausência desses hormônios leva a uma série de alterações no organismo da mulher, causando efeitos que podem ser bastante incômodos e justificam a busca por tratamentos para menopausa.

Ondas de calor e disfunções sexuais estão entre os principais sintomas relatados por mulheres que passam pela menopausa, mas também é bastante comum que ocorram alterações no âmbito emocional — com a paciente apresentando maior tendência à irritabilidade, ansiedade e depressão. Os tratamentos para menopausa podem ajudar a amenizar esses e outros sintomas associados à queda da produção hormonal.

O controle dos sintomas da menopausa é fundamental para garantir a qualidade de vida e bem-estar das mulheres, permitindo que este momento da vida seja enfrentado com serenidade. Entenda melhor a respeito dos principais tratamentos para menopausa a seguir.

O que é a menopausa?

O termo “menopausa” é popularmente usado para designar o climatério, ou seja: todo o processo de transição do organismo feminino entre o período fértil e a diminuição da produção hormonal. A menopausa, corresponde ao último ciclo menstrual da mulher — que geralmente ocorre entre os 45 e 55 anos.

O conjunto de sintomas que estão associados à menopausa são, na verdade, característicos do climatério. Embora este seja um período que pode ser bastante desconfortável para as mulheres, trata-se de um evento inevitável e que deve ser encarado como um processo natural — e nunca como um problema de saúde ou merecedor de vergonha.

Principais sintomas da menopausa

Embora algumas mulheres possam passar pela menopausa sem apresentar sintomas, a maioria delas começa a sentir alterações ainda no início do climatério (quando o corpo passa a registrar a diminuição progressiva dos hormônios femininos). A tendência é que os sintomas aumentem conforme a produção hormonal é reduzida.

Em geral, os principais sintomas da menopausa são:

  • Sensação súbita de calor, geralmente acompanhada de rubor facial, suor, cansaço muscular e palpitação;
  • Irregularidade na duração dos ciclos menstruais e fluxo sanguíneo;
  • Alterações urinárias;
  • Redução da libido;
  • Instabilidade emocional;
  • Insônia;
  • Dores no corpo;
  • Alterações na pele, cabelos e unhas, que ficam com aparência mais frágil e sem viço;
  • Perda de massa óssea.

Como amenizar os efeitos: tratamentos para menopausa

Praticamente todos os sintomas da menopausa podem ser solucionados ou, pelo menos, controlados por meio do acompanhamento adequado e especializado. Os possíveis tratamentos para menopausa podem ser divididos entre medicamentosos e comportamentais, sendo que o primeiro tipo depende muito dos sintomas desconfortos relatados pela paciente e de suas características clínicas.

O uso de medicamentos antidepressivos, fitoterápicos e cremes vaginais pode ser indicado para amenizar alguns dos principais sintomas listados acima. A terapia de reposição hormonal também pode ser bastante eficiente para suprir os hormônios que pararem de ser produzidos pelo organismo, mas a aplicação deste tratamento não é indicada para todos os casos, pois há possibilidade de efeitos colaterais graves.

Os tratamentos para menopausa que se baseiam nas mudanças no estilo de vida da paciente, dificilmente têm contraindicação. Isso porque eles envolvem principalmente a adoção de uma vida saudável, com alimentação adequada para a idade da mulher e prática de exercícios físicos. A redução de hábitos como tabagismo e consumo excessivo de álcool também favorece o controle dos sintomas.

A Medicina Funcional é uma abordagem que também pode beneficiar significativamente as pacientes que buscam tratamentos para menopausa, visto que, este modelo é centrado nas necessidades e características individuais da paciente. As metodologias utilizadas consideram não apenas os sintomas apresentados, mas os fatores genéticos, bioquímicos e o estilo de vida da mulher, combinando esses dados para elaborar um tratamento personalizado.

Para entender melhor sobre os tratamentos para menopausa e entender como eles podem trazer qualidade de vida para mulheres, entre em contato e agende uma consulta na Clínica RRufato.

Fontes:

Ministério da Saúde;

Sociedade Beneficente Israelita Albert Einstein;

Manual MSD.